Hospital de Fão realizou a primeira braquiterapia prostática

O Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Fão realizou no passado dia 8 de fevereiro, o primeiro procedimento de braquiterapia para tratamento de um doente com um tumor na próstata. Trata-se de uma técnica de radioterapia interna, que consiste na implantação na próstata de pequenas fontes radioativas (sementes), de forma a expor o tumor a uma alta dose de radiação.

A realização desta técnica resultou de uma colaboração multidisciplinar entre o Instituto de Urologia do Norte (que funciona no Hospital de Fão, constituído pelos médicos urologistas Carlos Martins Silva, João Alturas Silva e Emanuel Dias) e uma equipa de radio-oncologia, liderada pelo Dr. Guy Vieira.

A braquiterapia é uma técnica de tratamento com indicação em alguns tipos de cancro da próstata de fácil execução, com poucos efeitos secundários para o doente e com uma elevada taxa de cura.

Além desta opção terapêutica, o Instituto de Urologia do Norte no Hospital de Fão oferece aos doentes com tumor da próstata a opção cirúrgica, nomeadamente a prostatectomia radical laparoscópica. Esta abordagem cirúrgica tem como objetivos a remoção da totalidade do tumor prostático mantendo a continência urinária e a função sexual do doente. No dia 5 de janeiro deste ano deu-se início na prática a este programa tendo sido realizadas duas prostatectomias radicais laparoscópicas, com utilização de imagem com tecnologia 4K.

Deixe uma resposta